ANTT se compromete a resolver problemas nas marginais

03/04/2017 13:06

Em reunião com o prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha e o prefeito de Porto Belo, Emerson Stein na manhã desta segunda-feira (3) o diretor geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Jorge Bastos se comprometeu a encontrar uma alternativa que atenda os dois municípios.

O pedido dos prefeitos foi para que a agência providencie a construção de um elevado no km 161, próximo à cerâmica Portobello, resolvendo assim, os problemas de acesso para Tijucas – em especial nas comunidades de Imacol e Praça, bem como, de acesso à indústria e às empresas instaladas nas marginais. A obra também resolveria, ao mesmo tempo, o retorno ao novo empreendimento que está se instalando em Porto Belo.

O diretor geral da ANTT, Jorge Bastos aprovou o pedido. “Em nome da ANTT me comprometo a buscar uma solução definitiva e já autorizo neste momento a viabilização destas construções”, disse.

Enquanto as obras não são realizadas, o prefeito de Tijucas solicitou que as marginais tenham novamente o sentido duplo. “Depois de construídos os viadutos ou elevados, teremos estrutura para manter as marginais em sentido único, porém, hoje nosso trânsito não comporta estas modificações. Por isso pedimos urgência nesta revogação temporária”, disse.

Uma nova reunião ficou agendada para dia 10 e, por recomendação do diretor da ANTT, o encontro será realizado entre a agência, os dois prefeitos e técnicos de cada um dos municípios. “Acredito que não será necessário mais do que um encontro e nesta reunião precisamos de uma solução definitiva para os dois municípios. Vou, inclusive, determinar que um técnico de Brasília venha para esta reunião tratar especialmente do caso”, afirmou.

APRESENTAÇÃO DAS NECESSIDADES

Para realçar as necessidades de melhores condições de mobilidade nos locais onde a Autopista Litoral Sul e a ANTT fizeram intervenções, o arquiteto de Tijucas Romeu José dos Santos (que participou ativamente da elaboração do Plano Diretor da cidade), fez uma apresentação de todos os problemas de acesso registrados hoje na cidade.

“Havia sido prometido a Tijucas que as mudanças que foram feitas agora só seriam feitas após a construção de um elevado e isso não aconteceu ainda. O modelo ideal de tráfego para nossa cidade está previsto pelo plano diretor e o que pedimos é que ao menos as vias marginais voltem a operar em sentido duplo até que novas formas de retorno sejam construídas”, disse.

O vice-prefeito de Tijucas, Adalto Gomes também se manifestou e falou às autoridades sobre o fluxo de veículos do Vale. “Com as alterações que foram feitas nas marginais, o viaduto que liga as avenidas José Manoel Reis e Coleiras, que já era caótico, ficou ainda mais congestionado. Isso porque o fluxo de todo o Vale que precisa acessar a BR 101 no sentido Florianópolis foi deslocado para lá”, explica.

Também durante a reunião o vereador Jean Carlos de Sieno dos Santos apresentou às autoridades o andamento das negociações do Polo Náutico de Tijucas, já em atividade, ressaltando assim, a necessidade urgente de melhores condições de acesso à cidade para viabilizar um novo fluxo para os empreendimentos que estão se instalando à beira mar de Tijucas.

O encontro foi mediado pelos deputados federais Rogério Peninha Mendonça e Jorginho Melo, os quais se mostraram dispostos a colaborar com Tijucas e Porto Belo na busca por uma solução definitiva para o caso.

O prefeito de Tijucas ficou satisfeito com o resultado da reunião.

“Agradeço muito aos deputados, ao diretor geral da ANTT e ao prefeito de Porto Belo por atenderem nosso convite e por estarem dispostos a buscar uma alternativa viável para todos. Acredito que agora, com o aval do diretor geral da ANTT vamos finalmente chegar a um consenso e construir um modelo ideal para o acesso às nossas cidades”, disse.

(Texto e fotos: Karina Peixoto Silva)