Escolas do município recebem palestra da Reciclagem Wanat sobre a coleta seletiva

08/05/2018 12:54

Algumas escolas da rede municipal de educação estão recebendo, esta semana, palestras sobre a coleta seletiva com profissionais da Reciclagem Wanat, empresa responsável pelo serviço em Tijucas. A ação é uma das frentes de trabalho previstas no contrato de prestação de serviço da empresa para o município.

Nesta segunda-feira (07), a E.E.F. Campo Novo e a E.E.F. José Feller, nas localidades do Campo Novo e Oliveira, receberam a palestra sobre as boas práticas na separação de resíduos sólidos. Na manhã de hoje (terça-feira), foi a vez dos alunos da E.E.F. João Caetano, de Areias, assistirem à conversa. Na sexta-feira (11), a palestra acontece na E.E.F. Mercedes Julia Adão, no Centro. As demais escolas serão contempladas conforme o cronograma a ser definido entre a Secretaria de Educação e a empresa.

SOBRE AS PALESTRAS

A palestra trata da importância da separação dos resíduos sólidos e sobre como é fundamental que a reciclagem seja estimulada pelo poder público e pela sociedade. Para isso, o Engenheiro Ambiental da Wanat, Mateus Davino Ferreira, explica para as crianças sobre os tipos de materiais que devem ser reciclados, como deve ser feita sua separação e os benefícios que a reciclagem proporciona ao meio ambiente.  

Um dos proprietários da empresa, Sandro Wanat, apresenta para os alunos alguns objetos e produtos que são compostos de materiais reciclados. Estes exemplos trazem o assunto para mais perto da realidade vivida pelas crianças. 

CONTINUIDADE DO TRABALHO NAS ESCOLAS

As palestras são apenas a primeira ação do trabalho de educação ambiental que será realizado em Tijucas. O professor de biologia Victor Bruno Prudente vai dar continuidade ao trabalho de conscientização nas escolas. O professor vai desenvolver um trabalho de maior intensidade e contínuo, tratando, de acordo com a idade dos alunos, sobre as práticas para gestão de resíduos sólidos.

Esse trabalho tem como prerrogativa desenvolver nas crianças uma consciência e sensibilidade em relação ao meio ambiente e, sobretudo, que elas passem a ser multiplicadoras. Proporcionando aos alunos os conhecimentos sobre o tema, investe-se neles como os grandes agentes de disseminação destas informações.

Texto e fotos: Thiago Furtado (Estagiário da Diretoria de Comunicação).