Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Monitoramento digital da rede de água e maior interação social estão entre os novos planos do Samae

10/02/2021 11:00

O Samae de Tijucas vai lançar neste mês o PAT (Programa Água e Esgoto para Todos). O plano é baseado em metas para diversos segmentos e está organizado em seis eixos principais: recursos humanos, campanhas educativas; arrecadação; integração social; redes de água e esgoto e ainda, atualização de cadastros e sistemas.

De acordo com o presidente da autarquia, Luiz Rogério da Silva, o objetivo é atualizar o Samae por completo, tanto em termos tecnológicos como de mão de obra, comunicação, e até mesmo no aspecto social.

“Até então não tínhamos, por exemplo, um sistema informatizado que controle o sistema em toda a cidade, ou seja, não tinha em Tijucas um serviço de telemetria para acompanhamento de nossa rede de água. Agora vamos ter esta e outras ferramentas à nossa disposição para que a gestão do sistema seja mais moderna e eficiente”, diz.

Além disso, cursos de capacitação para a equipe de servidores e a contratação de novos profissionais também estão no programa de metas da autarquia. Acompanhe o que deve ser feito em cada eixo:

- Recursos Humanos

O Samae vai capacitar os servidores e deve lançar em breve um processo seletivo para contratação de novos profissionais para a equipe;

- Campanhas Educativas

Materiais de conscientização sobre o uso consciente da água devem ser lançados em todas as redes sociais do Samae, e também devem ser utilizados nas escolas e em entidades parceiras;

- Arrecadação

Será lançado o programa ‘Zera Dívida Samae’, que tem por objetivo fazer com que o consumidor fique em dia com o Samae através de um programa de refinanciamento de dívidas. A tarifa social, que já é regulamentada por lei, também será incentivada e regularizada, dando oportunidade de redução de tarifa para consumidores de baixa renda e que se enquadrem nos requisitos legais para este benefício. Da mesma forma, será lançado o programa CAS (Caixa de Água Social) que vai viabilizar cisterna, também, a consumidores em situação de vulnerabilidade social.

- Integração Social

Para garantir maior integração com a comunidade e agilizar a comunicação de problemas ou novos investimentos do Samae, a autarquia está elaborando um novo site, bem mais completo e que será constantemente atualizado. Ao mesmo tempo, o Samae também fará uso das redes sociais com maior frequência, irá disponibilizar novos canais de atendimento ao público e devem ser estabelecidas parcerias com entidades públicas e privadas para alcançar diretamente um número maior de consumidores.

- Redes de água e esgoto

A partir desta nova gestão, iniciada em janeiro deste ano, está sendo feito um diagnóstico completo por parte de uma equipe técnica, de engenharia, para avaliar o atual sistema e indicar as necessidades de correção e ampliação. De imediato, o Samae já adotou algumas medidas emergenciais, entre elas, um programa de pressurização na comunidade Jardim Progresso onde há problemas de abastecimento por falta de pressão na rede. Quando for concluído o diagnóstico técnico, será feito o planejamento de compra de novos equipamentos ou ampliação de sistema, caso seja necessário.

- Atualização

Para que os novos sistemas funcionem de forma eficiente, é preciso uma atualização geral, tanto interna como de consumidores. Uma das primeiras medidas será o processo de recadastramento de usuários a fim de corrigir problemas e integrar os consumidores às novas plataformas de comunicação do Samae. Nesta etapa também devem ser feitas substituições de hidrômetros antigos por novos, e será possível fazer o controle de perdas na rede local. Para isso será implantado o sistema de telemetria que consiste em um monitoramento digital da rede de água com uso de manômetros. Por eles, é possível acompanhar em tempo real os índices de volume e pressão de toda a rede.

Aliado a este novo programa de ação, o Samae também já está se preparando para oferecer as condições adequadas de abastecimento de água mediante a previsão de crescimento da cidade nos próximos anos. “Temos muitos loteamentos novos sendo construídos ou ainda em fase de aprovação no município e por isso precisamos preparar a cidade para que o abastecimento de água não entre em colapso. Isso tudo já está sendo estudado pela nossa equipe técnica”, diz o presidente.

Para o prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha, as medidas são necessárias e urgentes. “Infelizmente, em alguns pontos da cidade ainda temos deficiência no abastecimento de água e isso precisa ser corrigido de forma definitiva. Por isso, a criação deste plano com metas pré-estabelecidas em diversos segmentos é algo fundamental para avançarmos neste setor”, conclui o prefeito.

Texto: Karina Peixoto Silva | Fotos: Samae Tijucas

© 2021. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil