Prefeito reúne empresários para tratar da capacidade de carga da Ponte da Itinga

29/05/2017 15:20

O prefeito de Tijucas, professor Eloi Mariano Rocha, reuniu em seu gabinete nesta segunda-feira (29) um grupo de empresários da cidade para tratar da capacidade de peso da Ponte da Itinga. Trata-se de empresas que fazem transporte diário de cargas para o interior do município e que têm enfrentado dificuldades mediante a limitação de carga suportada pela estrutura da ponte.

Durante o encontro o prefeito esclareceu que, por saber das condições da ponte, a administração municipal buscou explicações junto à Secretaria de Estado de Infraestrutura em março deste ano. Na oportunidade o secretário de Obras, Adalto Gomes, solicitou à secretaria estadual um laudo técnico apontando a capacidade de peso da ponte.

Em resposta ao pedido, o secretário de estado Luiz Fernando Cardoso afirmou que, de acordo com o fiscal e engenheiro responsável pela obra Ivan Amaral e o autor do projeto estrutural, engenheiro Nelson Savaris, a recomendação é de que a capacidade de carga da ponte seja de 12 toneladas.

No ofício ele explica que embora o trecho reconstruído tenha maior capacidade de peso, as antigas estruturas de cabeceira (que foram mantidas) não suportam mais de 12 toneladas. O documento diz: “O trecho reconstruído foi dimensionado para um Trem Tipo de 40 toneladas, porém, o trecho existente, apesar de ter a mesoestrutura reforçada, permanece com o Trem Tipo existente de 12 toneladas, por isso recomendamos que a capacidade da ponte supracitada seja de 12 toneladas”, diz o secretário em ofício remetido ao vice-prefeito.

Na reunião desta segunda-feira, no entanto, o prefeito afirmou aos empresários que pretende buscar obras de reforço da estrutura, adaptando assim, o trecho antigo à estrutura que foi recentemente construída.

“Na última semana estive pessoalmente no Deinfra cuidando deste caso e devo retornar nesta semana com o pedido de uma nova avaliação técnica, já com a intenção de buscar a adaptação da ponte para que suporte peso superior ao que comporta hoje”, disse o prefeito.

O pedido deve ser acompanhado de assinaturas dos empresários. Até que seja resolvida a questão, fica mantida a limitação de peso na ponte, a qual está interditada para veículos com peso superior a 12 toneladas.

Os empresários ficaram satisfeitos com a decisão tomada e se comprometeram a apoiar a prefeitura nesta nova solicitação e nos demais encaminhamentos que possibilitem a liberação da ponte. A reunião também foi acompanhada pelo secretário de Administração e Finanças, Rosenildo de Amorim.

(Texto: Karina Peixoto Silva | Fotos: Larissa Souza)