Prefeitura e ONG de proteção aos animais alinham ações para os próximos meses

10/03/2017 11:12

O prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha, recebeu nesta quarta-feira (8) a visita da presidente da ONG Castre um Focinho, Giselle Varela Serpa. A reunião deu continuidade aos assuntos discutidos no primeiro encontro realizado com o prefeito no mês passado, com destaque para o trabalho realizado em parceria com a prefeitura para castração de animais de pequeno porte.

A reunião também contou com a presença do 3º Sargento da Polícia Militar Ambiental de Tijucas, Lélio José Roecker, da médica veterinária do município Aline Cardoso de Souza, do advogado da ONG, Tony Serpa e do assessor da secretaria de Agricultura, Diego Pereira Motter.

De acordo com a médica veterinária, neste ano já foram realizadas 18 castrações, com apoio da ONG e de outras entidades protetoras da cidade. “Em breve teremos condições de fazer novas castrações. Antes, porém, precisamos concluir o processo licitatório para compra dos medicamentos necessários para o procedimento”, diz a médica.

A presidente da ONG Castre um Focinho também falou sobre o primeiro mutirão para Castração Social que será realizado pela ONG em abril deste ano. “Será uma campanha para aproximadamente 60 cães e nesta ação já vamos aproveitar a oportunidade para implantar chips de identificação nos animais. Com esta chipagem teremos armazenado um histórico desses cães e gatos para acompanhar o esquema de vacinação, se já foram ou não castrados, enfim, é uma espécie de controle do que acontece com os animais”, explica.

Esta castração social será organizada pela ONG Castre um Focinho em parceria com outras entidades protetoras de animais da cidade e terá apoio da prefeitura.

“A prefeitura apóia estas iniciativas e coloca a estrutura da secretaria de Agricultura à disposição de vocês para implantação de novos projetos e ações que garantam os direitos dos animais”, disse o prefeito.

ATENÇÃO ESPECIAL AOS ANIMAIS DE CARROCEIROS

Durante o encontro também foi levantada a ideia de implantar em Tijucas um projeto de apoio e acompanhamento aos animais utilizados pelos carroceiros (catadores de papelão e outros que utilizam cavalos para puxar carroças).

O objetivo é organizar um encontro destes carroceiros para orientá-los sobre a forma correta de tratar os animais e ao mesmo tempo, fazer uma breve avaliação médica dos cavalos. “Nossa intenção é proteger estes animais, buscar o tratamento adequado para eles sem que isso prejudique a atividade dos carroceiros. Queremos ser parceiros deles e dos animais que possuem”, disse a presidente da ONG.

Este e outros projetos envolvendo o cuidado com os animais serão desenvolvidos pela ONG e terão apoio da prefeitura. Um deles, envolvendo a conscientização nas escolas será lançado em breve.

(Texto: Karina Peixoto Silva | Foto: Larissa Souza)