Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Secretaria doa mudas de árvores nativas para recuperação da Mata Ciliar

27/09/2019 9:58

Pensando em auxiliar o processo de reflorestamento da Mata Ciliar em Tijucas, a Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente distribui mudas de árvores nativas gratuitamente para pessoas adultas da cidade. De acordo com o secretário da pasta, José Leal da Silva Júnior, recuperar a Mata Ciliar no município é um grande objetivo da secretaria.

“Apoiamos a recuperação da mata localizada nas margens de rios, córregos e nascentes, por isso 2.296 mudas de árvores nativas já foram doadas em 2019. Entre as espécies estão: Ipê Amarelo, Ipê Roxo, Pitanga, Araçá Vermelho, Araçá Amarelo, Goiaba, Cedro, Gabiroba, Grumixama, Pata de Vaca e Aroeira, todas nativas”, contabiliza o secretário Lealzinho.

O engenheiro de aquicultura e estagiário da secretaria, Tiago Manenti Martins, explica que a Mata Ciliar é muito importante para a preservação dos cursos hídricos e para a qualidade da água local. Ele falou sobre o trabalho de restauração de áreas degradadas, em que os órgãos atuam em conjunto com os proprietários das terras e produtores rurais.

“Nós temos um controle, onde são anotadas todas as mudas que saem do viveiro. É anotado a data, nome da pessoa, qual espécie e quantidade. Aproveitamos também eventos públicos, feiras em escolas e datas comemorativas municipais para doar mudas para a população em geral. Qualquer adulto pode retirar uma muda, eles são orientados e informam onde ela será plantada. Se precisar fazemos uma visita na propriedade para determinar o melhor local de plantio”, afirma Tiago.

Sobre a Mata ciliar

É a formação vegetal localizada nas margens dos córregos, lagos, represas e nascentes. Também é conhecida como mata de galeria, mata de várzea, vegetação ou floresta ripária. O uso das áreas naturais e do solo para a agricultura, pecuária, loteamentos e construção de hidrelétricas contribuíram para a redução da vegetação original, chegando em muitos casos na ausência da mata ciliar.

A ausência da mata ciliar faz com que a água da chuva escoe sobre a superfície, não permitindo sua infiltração e armazenamento no lençol freático. Com isso, reduzem-se as nascentes, os córregos, os rios e os riachos. A mata ciliar é uma proteção natural contra o assoreamento. Sem ela, a erosão das margens leva terra para dentro do rio, tornando-o barrento e dificultando a entrada da luz solar. A ausência ou a redução da mata ciliar pode provocar o aparecimento de pragas e doenças na lavoura e outros prejuízos econômicos às propriedades rurais.

A mata ciliar reduz o assoreamento dos rios, deixa a água mais limpa, facilitando a vida aquática. Essas áreas naturais possibilitam que as espécies, tanto da flora, quanto da fauna, possam se deslocar, reproduzir e garantir a biodiversidade da região.

Texto: Patrícia Ferreira | Fotos: Agricultura

© 2019. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil