Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Vigilância Epidemiológica confirma três casos de dengue em Tijucas

16/05/2019 9:40

A Vigilância Epidemiológica, setor da Secretaria de Saúde de Tijucas que monitora os focos do mosquito Aedes Aegypti, confirmou nesta quarta-feira (15) três casos de dengue na cidade. Para Vilson José Porcíncula, secretário da Saúde, agora a atenção dos moradores deve ser redobrada.

“A Secretaria de Saúde de Tijucas solicita apoio da população para acabar com os focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue e também dos vírus da Zika e Chikungunya. Se a população ajudar podemos acabar com a água parada, que é o criadouro do mosquito transmissor”, destaca o secretário.

De acordo com o relatório divulgado pela Secretaria de Saúde, 28 casos foram acompanhados pelo órgão, destes, 22 foram descartados como dengue, três casos foram confirmados e três ainda estão sendo investigados.

Dos três casos confirmados, dois foram contraídos fora do município (chamados de importados) e um posivelmente em Tijucas. Segundo Elenize Zimmer dos Santos, coordenadora da Vigilância em Saúde, estão sendo feitas visitas domiciliares, vistoria em terrenos baldios e em locais estratégicos para verificação de possíveis focos. No posível caso de Tijucas, a coordenadora afirma que estão sendo feitas investigações para definir o local onde a dengue foi transmitida pela picada de um mosquito Aedes aegypti infectado.

“Todos os moradores deveriam se conscientizar e saber que a responsabilidade de combater o mosquito também é de cada um. Estamos numa zona de risco devido à proximidade com Itapema, onde foi registrado o maior número de casos no Estado. Estamos fazendo tudo que podemos para que os casos não aumentem e contamos com o apoio da população”, alerta a coordenadora.

Situação de Itapema

A situação de Itapema é preocupante devido à proximidade de 17 km com Tijucas. Ela é a cidade de Santa Catarina com o maior número de pessoas infectadas com o vírus. O número de pessoas contaminadas dentro da cidade são 44. Há ainda um caso de fora e outros quatro ainda sem identificação do local onde os pacientes se infectaram.

De acordo com o programa de Controle da Dengue da cidade existem cerca de 330 casos de pessoas que adoeceram e que também podem estar com dengue. Os mesmos ainda estão sob análise. O maior número de focos estaria no bairro Meia Praia e dentro de quintais de residências.

A situação é tão grave, que foi montada esta semana uma força-tarefa formada por 90 pessoas, entre funcionários de várias secretarias da prefeitura, Polícia Militar, Bombeiros e Defesa Civil com objetivo de visitar casa por casa para encontrar criadouros do mosquito.

Denuncie focos do Aedes aegypti

Quando o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores, como em terrenos baldios ou lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada para remover os possíveis criadouros.

Organize um mutirão de combate ao mosquito

A mobilização da sociedade é fundamental para vencer a luta contra o mosquito Aedes aegypti. Convoque sua família e seus vizinhos para essa batalha.

Acesse aqui: ORIENTAÇÕES E CUIDADOS

Texto: Patrícia Ferreira | Arte: Larissa Souza

 

© 2019. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil