Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Vigilância Epidemiológica reforça importância da vacinação contra o Sarampo

06/09/2019 8:19

O Ministério da Saúde já distribuiu 16 milhões de doses extras da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Essa quantidade objetiva garantir a dose extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias, bem como para atender a vacinação de rotina, conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação. Só para os 13 estados que estão em situação de surto ativo da doença, já foram destinadas mais de 10 milhões de doses.

O Brasil registrou, nos últimos 90 dias, 1.226 casos confirmados de sarampo, em quatro estados: São Paulo (1.220), Rio de Janeiro (4), Bahia (1) e Paraná (1). O coeficiente de incidência da doença foi de 0,58 por 100.000 habitantes. Santa Catarina tem quatro casos registrados até o momento.

Para prevenir que a doença faça vítimas fatais, como o caso de óbito recentemente confirmado no estado de São Paulo é de suma importância que os pais ou responsáveis busquem a imunização das crianças. De acordo com Elenise Zimmer dos Santos, enfermeira responsável pelo setor de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Tijucas, a vacina é a principal forma de prevenção do sarampo, por isso o Ministério da Saúde tem reforçado as ações de combate e prevenção da doença.

“Não é porque em nossa cidade não temos casos da doença que devemos descuidar. Nosso objetivo é regularizar a carteira de vacinação de toda a população de Tijucas, por isso a partir da sexta-feira (13) nossos agentes de saúde passarão de casa em casa verificando as carteirinhas e orientando os munícipes”, afirma a enfermeira Elenise.

Segundo o secretário de Saúde, Vilson José Porcíncula, após o levantamento feito pelos agentes de saúde, se for necessário, a Secretaria Municipal de Saúde de Tijucas estará levando vacinas para o interior do município, pois os postos das localidades não contam com sala de vacinação. Os moradores necessitam se deslocar até o centro para serem imunizados.

“Nós estamos planejando proteger toda a população de Tijucas, inclusive do interior. Não apenas contra o Sarampo, mas também contra a Febre Amarela, Tétano, entre outras vacinas. No momento não temos falta de vacinas e no caso de acabar nossas doses, estaremos solicitando mais ao Ministério da Saúde”, afirma o secretário Tem.

O que é sarampo?

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas.

Quais são os sintomas do sarampo?

•Febre acompanhada de tosse;
•Irritação nos olhos;
•Nariz escorrendo ou entupido;
•Mal-estar intenso;

Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

Prevenção do Sarampo

O Ministério da Saúde divulgou alerta aos pais, mães e responsáveis que vão viajar com os filhos menores de um ano de idade para municípios em situação de surto ativo do sarampo no país. A recomendação é que todas essas crianças, nesta faixa etária, sejam vacinadas contra a doença, no período mínimo de 15 dias, antes da data prevista para a viagem.

Além de proteger, a medida de segurança pretende interromper a cadeia de transmissão do vírus do sarampo no país. Atualmente, 53 cidades em quatro estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná) se mantém com surto ativo.

A chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose), aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral mais varicela.

A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente do planejamento de viagens para os locais com surto ativo do sarampo ou não. Na rotina do Sistema Único de Saúde (SUS) a tríplice viral está disponível em todos os mais de 37 mil postos de vacinação em todo o Brasil. A vacina previne também contra rubéola e caxumba.

Mais informações pelos telefones: 
(48) 3263-4452
(48) 3263-7076
(48) 99181-4652 (WhatsApp)

Texto: Patrícia Ferreira | Foto: divulgação

© 2019. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil