Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Covid-19: Tijucas começa vacinação em crianças entre 6 e 11 meses e até 2 anos com comorbidades

17/11/2022 11:30

Após a autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o Governo de Santa Catarina publicou na manhã desta quarta-feira (16) a Nota Técnica 59/2022, orientando os municípios sobre a vacinação contra Covid-19 para o público pediátrico.

Portanto, a Prefeitura Tijucas, por meio da secretaria de Saúde, dará início, na próxima segunda-feira (21), à vacinação contra Covid-19 em bebês de 6 meses a 11 meses de idade e até 2 anos de idade com comorbidades.

A vacinação acontecerá de forma escalonada na sala de vacinas do Centro de Especialidades Orlando Barreto, no Centro da cidade, de acordo com o horário de funcionamento da sala – das 7h às 18h, sem fechar para o almoço.

“A vacina liberada para as crianças é a Pfizer e o frasco vem com 10 doses, portanto iremos vacinar enquanto durarem os estoques e de acordo com o recebimento de novas doses. Vale lembrar que houve aumento no número de casos de Covid-19 em todo Brasil, por isso vamos nos conscientizar e proteger nossos pequenos”, afirmou a coordenadora da Vigilância em Saúde de Tijucas, Idarleni Darosci.

Descrição das comorbidades incluídas como prioritárias para vacinação de crianças de 6 meses a 2 anos de idade contra a COVID-19:

  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
  • Hipertensão arterial estágio 3;
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo;
  • Insuficiência cardíaca (IC);
  • Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias;
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatias congênita;
  • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;
  • Doenças neurológicas crônicas;
  • Doença renal crônica;
  • Imunocomprometidos - Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças inflamatórias imunomediadas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas;
  • Hemoglobinopatias graves;
  • Obesidade mórbida;
  • Síndrome de Down e
  • Cirrose hepática.
     

Para comprovação da comorbidade deverão ser apresentados os seguintes documentos para a vacinação (eles poderão ser solicitados pela equipe de vacinação para fins de auditoria):

  1. Laudo ou declaração médica ou exame comprobatório que indique a comorbidade;
  2. Laudo emitido por nutricionista no caso de obesidade;
  3. Declaração de equipe multidisciplinar, que indique a condição de comorbidade;
  4. Cadastro existente na sua unidade de referência, como comprovante que este faz acompanhamento da referida condição de saúde.

 

Leia Nota Técnica 59/2022 na íntegra aqui.

Esquema de Vacinação Atualizado aqui.

Texto: Patrícia Ferreira | Arte: Larissa Souza

© 2022. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil